AFROPUNK

O AFROPUNK chegou ao Brasil e fomos convidadas para colaborar, no papel de ponte entre talentos e conexão com marcas, com o maior festival de cultura negra do mundo.” para A ID Works representa o AFROPUNK no Brasil fazendo pontes entre talentos, conexão com marcas e a produção executiva do maior festival de cultura negra do mundo - que tem, ainda, edições anuais em NY, Atlanta, Paris, Londres, Joanesburgo, Miami, Minnesota e Oakland.

O maior festival de cultura negra do mundo reúne as mais diversas formas de expressão cultural da diáspora africana – inundadas de atitude, resistência e potência – e tem como missão construir espaços de resgate, diálogo, reconstrução e revolução.

Nasceu como um manifesto, em forma de documentário, que abordava a solidão negra no meio da cena punk, o racismo, privilégio branco e necessidade de união:

Se tornou um festival, expandiu as suas possibilidades para abranger novos gêneros musicais – sempre com um Line Up de artistas renomades da música negra e novos talentos. Hoje, é uma plataforma de conteúdo, referência estética, e um portal de mobilização social presente em 4 continentes. Mas, muito além de um festival, o AFROPUNK é o público, é atitude, é mudança, é celebração.

Festival AFROPUNK Bahia | Primeira edição | 2021

O Quilombo AFROPUNK Bahia é o lugar onde o povo negro se expressa no ritmo e no rastro da diáspora em um ato radical de autoamor: formar a roda negra. Roda é continuidade, é olho no olho. Estabelecer conexões e ver a magia acontecer. Roda é amplitude visual, onde todes se vêem, sem um estar acima ou em destaque. Com o balanço das marés servindo como amplificador de vozes, transformamos o Centro de Convenções de Salvador em uma grande gira de celebração da cultura preta afro-diaspórica.

Black Carpet

No AFROPUNK, as grandes estrelas estão na plateia, lançando seu brilho de beleza para os quatro cantos do globo. A partir disso, nasceu o #BlackCarpet: um espaço de exaltação às diferentes formas de manifestarmos a beleza negra.

Feats

Pedindo licença para os que abriram caminhos, foram promovidos encontros entre diferentes gerações da música preta brasileira, num formato exclusivo adotado pela edição brasileira. Nessa roda, pioneires se apresentam com expoentes pretes da cena musical contemporânea. A plateia celebrou ancestrais em vida, honrando suas trajetórias e reconhecendo suas potências.

AFROPUNK & Quabales

Toda renda da venda de ingressos foi revertida para o projeto que nasceu nas encruzilhadas do Nordeste de Amaralina e promove, há mais de 20 anos, a fusão entre a percussão baiana e a linguagem do STOMP. Contemplando teoria musical, violão, percussão, break dance, performance percussiva, canto e percussão eletrônica, tem como diferencial a produção de instrumentos musicais não convencionais a partir de material reciclado – é transformar lixo em cultura, proporcionando a jovens periféricos a oportunidade de aprendizagem e prática de uma estética inovadora no cenário artístico nacional.

Rodas de Conversa

AFROPUNK BAHIA honrou o legado dos que vieram antes e dos que aqui estão, exaltando a memória, trazendo novas interpretações para o passado e construindo futuros a partir da partilha e da construção de afeto, autonomia e poder.

Ocupar as telas para além das telas pretas

Como um Festival planejado há muito, interrompido por uma Pandemia e nascendo, ainda, em um contexto que inspirava cuidados, o AFROPUNK Bahia foi pensado, inicialmente, num formato 100% digital. Mas, para além de um show transmitido ou conteúdos gravados, queríamos mais. Queríamos fazer surgir um novo movimento. O formato mudou, durante a construção coletiva, com as liberações permitidas, mas o objetivo continuou o mesmo: levar a mensagem para toda a diáspora, reunir e celebrar.

Chamada Aberta APBA

Convocando artistas afroindígenas de todos os cantos do Brasil, o AFROPUNK Bahia tornou-se nos tornamos vitrine de conteúdos audiovisuais que expressam o espírito do movimento. O resultado? Mais de 400 projetos inscritos na Chamada Pública celebram a criatividade e ancestralidade de maneiras inovadoras e criativas.

AFROPUNK Miami BLack Spring 2021

Ponte com os talentos brasileiros (Seu Jorge, Jup do Bairro, Black Pantera) e conexão com marcas.

Tiny Desk Meets AFROPUNK

Ponte com a atração brasileira, Luedji Luna, na edição especial do Tiny Desk NPR, em parceria com o AFROPUNK, para abertura do evento Miami Black Spring.

Planet AFROPUNK 2020

Curadoria, concepção, reunião de talentos, conexão com marcas, produção e reports dos shows Brasil;

Curadoria e concepção dos 4 painéis do Solution Sessions Brasil.

A Bahia foi a anfitriã do Brasil no festival mundial e 100% online, apresentando conteúdos inéditos gravados em Salvador, com curadoria de Larissa Luz e direção criativa de Bruno Zambelli. 

Line-Up: Larissa Luz feat Carlinhos Brown;  Afrocidade feat Majur e Mahal Pita; Àttooxxá feat Hiran; Afropabho e Nêssa; Trapfunk & Alivio & Yan Cloud; Duo B.A.V.I e Vírus.

Talks: conduzidos por Monique Evelle, com a presença de Magá Moura, Morena Mariah, Guilherme Dias, Sauanne Bispo, Cíntia Ramos, Isaac Silva, Juliana Vicente, Lili Almeida, Luciellen Assis, Bielo Pereira e Sulivã Bispo.

Carnaval AFROPUNK Navio Pirata

Conexão com marcas, curadoria e realização do Trio AFROPUNK no Carnaval de Salvador

O AFROPUNK desembarcou no carnaval de Salvador a bordo do Navio Pirata – o emblemático trio do BaianaSystem, no sábado e domingo da folia, sem cordas.

O público pôde conferir as apresentações históricas de Mano Brown e Afrocidade que, pela primeira vez, puxaram um trio. Outros artistas que navegaram nos dois dias de emoções intensas foram Cronista do Morro, Afro Jhow, Vandal, BNegão e Iracema Killiane.

Veja a galeria de fotos

Crédito: Edgar Azevedo

Lançamento AFROPUNK Bahia

Conexão com marcas e talentos

Mini festival na Audio, em SP, realizado nos dias 19 e 20 de novembro de 2019.

Line-Up: BaianaSystem, Baco Exu Do Blues, Aya Bass feat: Luedji Luna, Xênia França, Larissa Luz; Karol Conka, Rincon Sapiência, Black Pantera, Batekoo feat. Linn da Quebrada, MikeQ, House of Black Velvet, Aisha Mbikila, CeloDut DKVP, Young Piva, Virus.

Veja a galeria de fotos

Crédito: Jef Delgado

Na mídia